Estante do Refúgio: Agosto 2015

31/08/2015

Parceria com o site Redação Mais

Olá pessoal!
Tenho uma notícia inédita para vocês: fechei uma parceria com um site de correções de redações e meus leitores receberão um descontinho especial!
O Redação Mais não é apenas um site de correções de redação; é uma revolução! Ele surgiu para revolucionar o mercado, criando uma forma prática e rápida de se treinar a escrita e enviar a redação para correção. Tudo feito de maneira simples, pelo próprio celular, utilizando o e-mail e aplicativos como WhatsApp e Messenger do Facebook. Além disso, nós nos preocupamos com o papel social da iniciativa privada na promoção da cultura e educação no Brasil. Atuamos voluntariamente na condução de projetos sociais e culturais junto a comunidades que precisam de apoio nas áreas da leitura e escrita; assim, financiamos atividades educacionais de apoio ao ensino. Veja que legal: ao comprar nosso pacote de correções, você não está apenas recebendo esse benefício; está também contribuindo para que outros tenham a mesma oportunidade! 


E por que ter um projeto como esse se o índice de analfabetismo absoluto - 14 milhões de pessoas no Brasil - vem “caindo” nos últimos anos? Porque acreditamos que o problema se encontra em outro tipo de analfabetismo: o funcional, aquele em que as pessoas sabem "ler e escrever", mas não conseguem interpretar um texto mais complexo ou escrever um parágrafo com coesão e coerência. No Brasil, esse problema atinge 35 milhões de pessoas (só eu que fico triste com isso?). Em 2010, foi constatado que uma em cada quatro pessoas é classificada como analfabeto funcional. O nível detectado entre jovens universitários chega a 38%, enquanto, em países desenvolvidos, esse índice chega a ser inferior a 10%. Ao nos depararmos com dados tão preocupantes, é difícil não ser pessimista, né? Mas, nós, do Redação Mais, estamos aqui para tentar reduzir esses problemas, complementando a educação e a cultura  da escrita em nosso país.


E você? Vai continuar aí parado, sem fazer nada? Comece a escrever já! Aproveite a oportunidade para aprimorar sua escrita.
Espero que tenham gostado da apresentação e do projeto. Juntos, podemos ir longe! Participem e compartilhem essa ideia. Contamos com o apoio de cada um para essa incrível tarefa que é educar com qualidade.


Agora vai a parte mais legal: você pode usar um cupom de desconto por ser meu leitor. É bem simples, basta você colocar ESTANTE15 no lugar do cupom de desconto na hora da compra que você ganhará 15% de desconto em qualquer pacote de correção, lembrando que esse código será válido para o mês de setembro, em outubro o código mudará e assim sucessivamente.

No site eu também ganhei um espacinho para dar dicas de leitura, escrita e muito mais, vale a pena conferir, principalmente se você está ficando desesperado com todas essas coisas de faculdades e vestibulares (assim como eu).

Qualquer dúvida é só deixar aí nos comentários, espero ajudar a todos com essa parceria.

Até a próxima, galerinha! 

Beijos da Mands.

Fonte dos dados: www.todospelaeducacao.org.br
Site de correções: http://www.redacaomais.com.br/

10 curiosidades sobre livros


  • Os países que mais consomem livros no mundo são, pela ordem: China, Estados Unidos, Japão, Rússia e Alemanha.

  • O país com o maior número de livrarias são os Estados Unidos, com uma para cada 15 mil pessoas. No Brasil, existe uma para cada 70 mil habitantes.

  • O livro mais caro do mundo chama-se The Birds of America (Os Pássaros da América), uma variada coletânea de ilustrações de pássaros feitas por John James Audubon (1 785 – 1 851), um naturalista do século XIX. Ele foi arrematado num leilão por 11,5 milhões de dólares.

  • A maior biblioteca do mundo atualmente é a biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, com mais de 144 milhões de itens diferentes, disponíveis em cerca de 470 idiomas. Acredite se quiser, mas ela possui “apenas” 32 milhões de livros catalogados.

  • A maior biblioteca do Brasil é a Biblioteca Nacional, no Rio de Janeiro, com mais de 9 milhões de itens.

  • A mais volumosa Bíblia do mundo pesa 175 quilos e pertence ao Vaticano.

  • O Dia Nacional do Livro é comemorado em 29 de outubro. O Dia do Livro Infantil é lembrado em 18 de abril (aniversário de Monteiro Lobato).

  • O primeiro livro impresso foi a Bíblia de Johannes Gutenberg, em 1 455.

  • O primeiro livro impresso em português foi o Pentateuco – reunião dos cinco primeiros livros da Bíblia -, em Algarve, Portugal, em 1 487.

  • O escritor mais traduzido do mundo é o inglês William Shakespeare. Sua obra foi traduzida para mais de 110 idiomas.

E ai, qual curiosidade te deixou mais surpreso? Deixem aqui nos comentários e até a próxima!
Beijos da Mands.

28/08/2015

Minha vida fora de série 3 - Resenha


Nome: Minha vida fora de série - 3ª temporada
Autora: Paula Pimenta
Editora: Gutenberg
Edição: 1ª
Número de páginas: 417

Sinopse:

“Minha vida fora de série – Três anos se passaram desde a 2ª temporada de Minha vida fora de série. Priscila, agora com 19 anos, percebe que tem que deixar a adolescência para trás e começar a lidar com as responsabilidades da vida adulta: O namoro com Rodrigo, cada vez mais sério; o início da faculdade, que ela ainda tem dúvidas se escolheu a certa; as novidades na família, que mais uma vez transformam seu cotidiano. Mas, como nos seriados que tanto ama, ela também vai passar por muitas reviravoltas e confusões, e descobrir que alguns acontecimentos de episódios passados podem afetar os atuais. Não percam mais essa temporada imperdível da vida fora de série de Priscila”

Bom dia pessoal, tudo bem com vocês? Hoje eu venho aqui com a resenha de um livro que todo mundo está desejando: Minha vida fora de série 3!



Então gente, como muitos já sabem, Paula Pimenta é uma das minhas autoras preferidas, tudo que ela escreve consegue me comover e esse livro não foi diferente. 
Nas primeiras páginas eu achei um tanto entediante a história, muito "nhenhenhe", parece que nunca se desenrolava, porém, lá pela página 100 as coisas já começaram a mudar e fui ficando mais empolgada com a trama. 
A leitura é muito gostosa, flui super bem e dá para ler muito rápido. O layout da página também é bom, nem muito grande nem muito pequeno. A capa é a mais bonita das três (minha opinião!); ela é mais real, sabe? E essa cor combinou muito com a história em si.
Como todos os amantes de Paula Pimenta já previam, o final do livro é terrivelmente triste, eu chorei bastante, e não posso esperar nem mais um dia para a continuação, não suporto ter que ficar angustiada todo esse tempo.
Enfim, vai levar 4,5 estrelinhas por causa do começo que eu achei um tanto surreal e meloso demais.
Espero que tenham gostado, deixem nos comentários o que acharam desse livro ou se pretendem ler!
Beijos da Mands.

26/08/2015

Divergente - Resenha



Nome: Divergente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Número de páginas: 505

Sinopse:

"Numa Chicago futurista, a sociedade se divide em cinco facções – Abnegação, Amizade, Audácia, Franqueza e Erudição – e não pertencer a nenhuma facção é como ser invisível. Beatrice cresceu na Abnegação, mas o teste de aptidão por que passam todos os jovens aos 16 anos, numa grande cerimônia de iniciação que determina a que grupo querem se unir para passar o resto de suas vidas, revela que ela é, na verdade, uma divergente, não respondendo às simulações conforme o previsto. A jovem deve então decidir entre ficar com sua família ou ser quem ela realmente é. E acaba fazendo uma escolha que surpreende a todos, inclusive a ela mesma, e que terá desdobramentos sobre sua vida, seu coração e até mesmo sobre a sociedade supostamente ideal em que vive."



Oi pessoal, como vão as coisas?
Então, hoje eu vou resenhar o livro "Divergente". Para início de conversa, o livro nem se compara ao filme, seria um desaforo! 500 páginas jamais poderiam ser transformadas em uma hora e quarenta minutos. Mas de qualquer maneira, primeiro assisti 2 vezes o filme e só então me interessei pela série, pois o terceiro filme iria demorar muito para sair; tive que comprar os livros e acabei comprando um box que estava na promoção na Submarino.
Enfim, a história é cativante e instigante, as últimas 200 páginas eu devorei em um único dia e no final eu chorei por ainda não ter o próximo (eu comprei o primeiro livro, amei, e depois comprei o box; sim, tenho Divergente repetidos por aqui hahahaha). 
A narrativa é bem esclarecida e carregada de adrenalina e emoções de um primeiro amor. Veronica Roth conseguiu colocar muitos gêneros numa história só sem perder o sentido em momento algum. As páginas também são ótimas e a letra possui uma fonte diferente e original; muito boa por sinal.
Estou começando Insurgente agora e logo logo tem resenha dele aqui!
Esse vai levar 5 estrelinhas porque é simplesmente fantástico, indico para todos acima de 12 anos.
Espero que tenham gostado e até a próxima,
Beijos da Mands!

24/08/2015

Eternamente - Crônica

"Ela era do tipo que se apaixonava fácil, por simples olhares, sorrisos e gentilezas. Aceitava qualquer convite para o amor. Vestia-se com a roupa mais bonita — e comprava até algumas novas — e entrava naquele jogo, como se fosse novamente a primeira vez. E ela se lembrava de todas as vezes. Era daquelas que têm o registro de cada suspiro, cada beijo, cada passo dado. E gostava disso. Gostava de viver apaixonada.
Até que, um dia, ela se encontrou com ele. Que também andava pela vida assim. Apaixonadamente. E não era só nisso que eles se pareciam. Eles também se assemelhavam em seus gostos. Nos sonhos. Nas manias. E foi irresistível. Aquela parte narcisista que todo mundo tem, se manifestou neles com toda força. Encontrar nós mesmos em uma outra pessoa é uma coisa que não pode ser desperdiçada. E eles agarraram a chance e se agarraram com tanta força que pareciam mesmo um só.
Mas a vida ensina que tudo que vem de surpresa, também vai de surpresa. E foi um susto. De repente, eles já não existiam mais na vida um do outro. Uma dessas fatalidades, em forma de mal-entendido, os separou, deixando novamente a solidão tomando conta daquela parte que todo mundo tem que está sempre esperando para ser preenchida. E eles não se tocaram mais. E não se falaram mais. E tentaram nem se lembrar mais, para que a dor que vinha junto com aquela lembrança parasse de machucar tanto.
E, assim, passaram-se anos. Eles continuaram vivendo, cada um de um lado, tentando se apaixonar tanto quanto antes. Mas algo estava diferente. Ela não entendia o motivo de não conseguir regular a intensidade das paixões, não sabia o porquê de certos amores acontecerem com mais força do que outros. Não seria tão mais fácil poder escolher gostar menos ou mais de determinada pessoa? Mas não era possível. Ela bem que tentou, mas nunca encontrou alguém que fizesse seu coração bater tão alto (ela podia ouvir mesmo tampando os ouvidos) quanto aquele seu antigo amor.
Um dia, ela admitiu que já era hora de deixar o orgulho ir embora e passar a limpo aquela história, para poder guardá-la em alguma gaveta e voltar a escrever a sua vida de lápis colorido. Escreveu para ele uma carta:
“Você me tratava como se eu fosse a princesa de um tempo que não existe mais. Como se eu fosse única nesse mundo. Você fazia com que eu me sentisse especial por se sentir tão especial de estar comigo. Você me tratava como se eu fosse a sua primeira e última namorada. E era exatamente por isso que eu me sentia eterna. Como se a nossa história fosse encantada e não corresse o risco de um dia acabar.”
O que seria apenas um desabafo, acabou sendo um sinal. Ao terminar de escrever, ela conseguiu entender o porquê daquela paixão ter marcado tanto. Ela não foi feita para ter fim. Ao contrário dos livros com finais felizes, os amores mais bonitos são aqueles que têm finais trágicos. E ela aceitou isso. Poderia agora viver outras histórias, ter outras experiências, voltar a se apaixonar. Ela entendeu que “o amor da nossa vida” não precisa ser o último. Ele pode ser o primeiro. Ou o do meio. É o amor que nunca vai se apagar. Que só de pensar, por mais que o tempo tenha passado, continua acelerando o ritmo cardíaco. É aquele amor que continua acontecendo pra sempre. Ainda que seja na lembrança."

- Paula Pimenta

21/08/2015

De volta aos quinze/sonhos - Resenha

Oi pessoal, tudo bem? Estou meio sumida, né? Mas agora minha escola entrou de greve (sniff!) e estou com mais tempo para fazer posts, vamos lá?


Nome: De volta aos quinze
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Edição: 2ª
Número de páginas: 222

Sinopse:

"O que você faria se pudesse voltar no tempo? Será que, ao fazer escolhas diferentes, você conseguiria mudar sua vida para melhor? Anita tem 30 anos, e sua vida é muito diferente do que ela sonhou para si. Um dia, ao reencontrar seu primeiro blog, escrito quando tinha 15 anos, algo inusitado acontece, e tudo ao seu redor se transforma..."


Nome: De volta aos sonhos
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Edição: 2ª
Número de páginas: 205

Sinopse:

"Em De volta aos sonhos, segundo volume da trilogia Meu Primeiro Blog, Anita viaja no tempo acidentalmente e acaba mudando seu destino mais uma vez. As consequências são inevitáveis e fazem com que ela repense suas prioridades. Vale a pena trocar tudo por um amor? Ela terá que descobrir a resposta enquanto decide o que cursar na faculdade e arruma as malas para trabalhar em um outro país, no meio do turbilhão de sentimentos por Joel, cada vez mais presente em sua vida, e Henrique, agora uma estrela em ascensão no mundo da música. Além de buscar o controle sobre seu próprio destino, Anita deverá lidar com escolhas erradas e problemas certos, na tentativa de desvendar de uma vez por todas o mistério das viagens no tempo."


Hoje eu vou fazer uma resenha dupla da série "Meu primeiro blog" da Bruna Vieira.
Em ambos, a leitura flui muito bem, o estilo da autora me lembra um pouco a Paula Pimenta (o que é ótimo!). Apesar de ser um livro bem fictício, conseguimos sentir todas as emoções da Anita, personagem principal. 
Ao decorrer da trama senti que a Anita é carregada de características da Bruna Vieira, só não sei se é realmente um fato verídico, mas de qualquer maneira me senti "amiga" da própria autora, o que me fez começar a segui-la um pouco mais de perto nas redes sociais e tudo mais.
O layout da página é muito bom e bem estilo da editora Gutenberg, a letra tem um tamanho bom, assim como o tamanho da página também. A narrativa é bem simples e de fácil compreensão, é um daqueles livros que pegamos para relaxar, sabe? Sem compromisso e nem nada. O final do segundo livro é mais que angustiante, então imploro pelo terceiro já!
Vai receber 4 estrelinhas pelo fato de ser um pouco fora da realidade demais, mesmo que isso seja bom, as vezes parecia mais surreal que o normal.
Espero que tenham gostado e até a próxima!
Beijos da Mands.

Desenvolvido por Ilaloá Design (2015)